17 set

Solução do erro 0x800CCC0B no Outlook Express utilizando Gmail

Seu email do Google (Gmail) está funcionando perfeitamente e, de repente, para de enviar sem motivo aparente? A solução pode estar em reconfigurar a conta de email. De posse do seu email e senha, faça o seguinte procedimento:

1 – Clique em “Ferramentas” na barra de ferramentas, indo logo em seguida na opção Contas. Delete a conta existente, selecionando-a e clicando em Remover. Após isso, clique em adicionar > email. No campo “Nome para exibição”, escolha o nome que você quer que os destinatários de seus emails te identifiquem. Na próxima tela, coloque seu email completo. Depois, você deverá colocar os nomes dos servidores POP3 e SMTP – pop.gmail.com e smtp.gmail.com. Na tela seguinte, coloque seu email completo e senha, marcando a caixa “Lembrar senha” se desejado.

2 – Configurar sua conta de email para enviar e receber corretamente, selecionando a conta desejada e clicando em “Propriedades”. Após, clique na aba Servidores, e marque a caixa “Meu servidor requer autenticação”. Vá então para a aba Avançado, marcando as caixas “Este servidor requer uma conexão de segurança (SSL)”, tanto em POP quanto em SMTP. A porta da caixa “Emails de entrada (POP3)” mudará automaticamente para 995. Já esse campo do SMTP deverá ser alterado manualmente, passando de 25 para 465. Dê OK e FECHAR.

3 – Vá até a pasta “Caixa de saída” e delete qualquer email que esteja dentro dessa pasta.

Feche o Outlook Express, abra-o novamente e pronto! O problema estará resolvido. Caso não esteja, aí sim será necessário o contato com o provedor de emails para maiores informações.

16 set

Opera libera beta do Opera Mini 5.0

SÃO PAULO – A desenvolvedora Opera liberou, nesta quarta-feira, o primeiro beta da versão 5.0 do browser para celulares Opera Mini.

Entre as principais novidades da versão está um recurso que permite sincronizar a versão portátil com o Opera para desktop, atualmente em sua décima versão. Anotações e bookmarks feitos no navegador do PC são copiados no celular e vice-versa.

A versão 5.0 do Mini estreia também navegação por abas, um recurso antes disponível apenas nas versões para desktops e notebooks.

Os principais avanços da versão, no entanto, não são visíveis para o usuário. Segundo a Opera,  o Mini 5.0 concentra melhorias na compressão de dados e num novo motor de processamento que exige menos memória do smartphone. Ambas medidas visam deixar mais rápida a navegação por dispositivos móveis.

Para fazer baixar o Opera Mini 5.0 beta vá ao Downloads INFO.

Fonte: Info Online

16 set

Orkut estreia chat com vídeo

Google lança recurso que permite bate-papo com vídeo para tornar rede social mais “divertida”.

 

Alguns meses depois de inaugurar a ferramenta de chat, o Orkut anunciou na terça-feira (15/9) o serviço de bate-papo com vídeo por meio da rede social.
Segundo post no blog oficial do Google, a novidade é um novo modo de proporcionar que amigos se mantenham em contato “face a face” pelo Orkut.
Uma webcam instalada no PC e um complemento para ser baixado e instalado é tudo o que o usuário precisa para usar o recurso.
Depois de entrar no site, o usuário verá uma câmera verde ao lado dos nomes dos amigos na lista de chat. Para iniciar, basta clicar em “iniciar uma conversa com vídeo” no menu “Ações”.
Existe a opção de aumentar a janela do chat, criando um bate-papo que preencha toda a tela.
“Esperamos que o novo recurso ajude as pessoas a se conectarem com seus contatos e tornem o Orkut um lugar ainda mais divertido”, disse o Google.

Fonte: IDGNow!

16 set

Navegador Chrome ganha terceira versão

Chrome 3.0 é lançado 25% mais veloz que versão anterior e com melhor suporte a HTML 5.

 

O Google lançou nesta quarta-feira (16/9) a terceira versão do Chrome esperando que seu navegador de código aberto atinja o dobro de participação no mercado de navegadores nos próximos 12 meses.
Disponível apenas para Windows, o Chrome 3.0 é 25% mais rápido ao executar a linguagem JavaScript que o Chrome 2.0, lançado em maio, e 150% mais rápido que o Chrome original, lançado há mais de um ano.
Outros avanços, como suporte a HTML 5, novo sistema de abertura de abas e melhorias na segurança também foram adicionadas ao navegador, com a correção de duas vulnerabilidades classificadas como média e alta no software.
O diretor de engenharia do Google, Linus Upson, disse à agência Reuters que, se até o aniversário de dois anos do Chrome, o browser não atingir pelo menos 5% de participação do setor, ele ficará “excepcionalmente desapontado”.
“E se, no aniversário de três anos, não tivermos nos 10%, ficarei desapontado também”, disse Upson.
Atualmente o navegador do Google tem 2,84% do mercado, ocupando a quarta posição, aponta dados referentes a agosto da consultoria NetApplications.

Na liderança, o Internet Explorer, da Microsoft, possui 66,97% do mercado, ainda que tenha registrado em agosto sua maior queda de participação desde novembro de 2008.

Além das novidades técnicas, o Google vem se movimentando para aumentar a participação do Chrome com parcerias, como foi o caso com a Sony, que integrará o navegador em notebooks da linha Vaio, movimentação considerada um novo marco na guerra dos browsers.

Fonte: IDGNow! (Gregg Keizer)

10 set

Teste sua conexão com à Internet

Você tem conexão de banda larga à Internet? Quer testar a velocidade dela? Então trazemos abaixo três sites que te ajudam nessa tarefa. Assim você pode ter uma maior certeza de qual velocidade aproximada sua conexão tem. Lembrando que, antes de fazer qualquer um desses testes, você não deve estar fazendo nenhum download ou upload. Por exemplo, se tiver softwares como Bittorrent ou Limewire aberto, é recomendável que feche-os, já que podem influenciar no resultado do teste. Então vamos lá:

Speedtest.net

Esse é o que eu mais uso, e acho bastante confiável. Além de ter servidores registrados no Brasil, ao final do teste ele compara seu resultado com uma média dos resultados obtidos por pessoas que usam o mesmo serviço de Internet (Speedy, Virtua, Velox etc) e gera uma imagem que pode ser usada como assinatura em Fóruns, seu site etc. Clique aqui para ir ao site, escolha a cidade mais próxima – ou escolha a com a estrela amarela, que concentra os servidores mais rápidos. Após clicar, ele começa o teste de download e upload, mostrando o resultado logo a seguir.

C:Documents and SettingsJulioMeus documentosMinhas imagensBlog Hotelwwwspeedtest.PNG

Read More

16 dez

Sites de bancos “clonados”

Fui em um cliente hoje que estava com problemas para acessar sua conta no Itaú Internet Banking. Ao digitar os números de sua agência e conta corrente e clicar no botão OK, o navegador direcionava para a página de digitação da senha eletrônica onde, normalmente, aparece o nome do correntista em um grande botão azul. No caso desse cliente, não aparecia o nome dele. O próprio Itaú informa que, se o nome não estiver correto, é necessário ligar para o Itaú SOS Bankline.

Ligamos para o Itaú, e nos informaram se tratar de um vírus, ou uma tentativa de ataque. Nos informaram também que seria necessária a formatação do computador e reinstalação do sistema operacional. Não gostei da idéia, mesmo porque só fazemos isso em último caso mas, além disso, porque esse computador é também um servidor de diversos aplicativos para corretoras de seguro, e até terminar a configuração, causaria transtornos e atrasos para esse nosso cliente.

Fizemos a verificação da trinca BankerFix/ComboFix/Live OneCare indicada neste link. Acusou alguns problemas, mas o principal não foi resolvido. Então fiz uma verificação mais a fundo com o software HijackThis, que acusou entradas inválidas no arquivo Hosts do Windows, que é o arquivo que direciona determinados sites a números de IP, afim de agilizar o acesso aos mesmos, ou mesmo bloquear esse acesso. Neste caso, o arquivo hosts do cliente tinha diversos redirecionamentos, com vários sites de bancos sendo redirecionados a outros IPs que não eram verdadeiros.

Quando ele acessava, por exemplo, www.itau.com.br, o Internet Explorer consultava o arquivo hosts, e este informava que o IP desse site era “X.X.X.X” (exemplo). Então o Internet Explorer, ao invés de ir ao site verdadeiro, era redirecionado a este falso. Essa tática tem nome: phishing. De acordo com a Wikipedia, “Em computação, phishing é uma forma de fraude eletrônica, caracterizada por tentativas de adquirir informações sensíveis, tais como senhas e números de cartão de crédito, ao se fazer passar como uma pessoa confiável ou uma empresa enviando uma comunicação eletrônica oficial, como um correio ou uma mensagem instantânea. O termo Phishing surge cada vez mais sofisticadas artimanhas para “pescar” (do inglês fish) as informações sensíveis dos usuários.”

Neste caso, mesmo com o uso de um cartão de segurança, daqueles repletos de números, ou daqueles chaveiros chamados tokens, que os bancos nos fornecem para aumentar nosso segurança em acesso a bancos online, o criminoso consegue fazer a cópia desses dados, então acessando sua conta e fazendo o que quiser com suas informações.

Mas como eu resolvi? Nesse caso, eu simplesmente abri o arquivo hosts, que fica na pasta “C:WindowsSystem32driversetc” (substitua o C: pela unidade onde está instalado seu Windows), e editei manualmente. Mas você pode usar um programa que facilita esse trabalho: o HostsXpert. Clique aqui para baixá-lo.

hostsxpert

Na tela acima, você pode ver um arquivo hosts padrão. Se, ao abrir o programa, houverem muitas entradas com nomes de bancos, desconfie de um ataque de phishing. Para fazer a limpeza e voltar ao arquivo original, é só clicar no botão “Restore MS hosts file”.

Após isso, recomendo a reinicialização do computador e, logo após, que se faça uma tentativa para acessar o banco que estiver dando esse tipo de problema. Provavelmente estará resolvido!

Por isso, muito cuidado com o que você abre pela Internet. Não precisa ser paranóico, com alguns me dizem, mas evitar executar qualquer tipo de arquivo vindo de alguém desconhecido ou suspeito como, por exemplo, o famoso “veja nossas fotos” ou “você foi traído! Veja agora!”.

Dúvidas e/ou sugestões? Comente!

14 dez

Opera Mini 4.2

Conhecem o Opera, navegador web alternativo ao Internet Explorer e (hoje) ao Mozilla Firefox? Se não conhecem, visitem o site da Opera Software. Eu particularmente prefiro o Firefox (pelo menos enquanto o Google Chrome não deslancha).

Mas não é sobre o navegador Opera para PC´s que eu quero falar, e sim sobre seu irmão menor, o Opera Mini, para celulares e smartphones. É, de longe, o melhor navegador para dispositivos móveis no mercado. Além de ser rápido na abertura de páginas, é bem flexível em sua configuração (pode usar o modo de tela paisagem ou retrato, tamanho das fontes, exibição ou não de imagens etc), leve e, acima de tudo, compacta maravilhosamente bem as páginas da Internet, fazendo com que tenhamos praticamente o mesmo conteúdo que teríamos no computador, mas na telinha do celular.

Para baixá-lo e instalá-lo, é só entrar, pelo navegador de seu celular, no endereço http://mini.opera.com/ – ou seguir o passo-a-passo no próprio site do Opera Mini – http://www.operamini.com/download/ – que tem opções de baixar o software direto para o computador, para ser transferido posteriormente para o celular, ou enviar uma mensagem SMS com o link para download.

Eu já uso a um bom tempo, e o considero indispensável. Acesso Gmail, Orkut, Uol e diversos blogs pela tela do meu celular, sem quase gastar nada por isso (principalmente se você desabilitar a exibição de imagens).

A última versão, a 4.2, tem suporte até a vídeos do Youtube! Tudo bem que não é em qualquer celular que essa função está disponível, mas é bastante útil, principalmente para quem tem um plano ilimitado de dados com sua operadora de celular.

Pena que meu Sony Ericsson W200i não suporta essa função, mas já está ótimo.

PS: Uso a TIM como operadora, e o megabyte de dados gira em torno de R$12,00. Posso dizer que entro no Gmail todo dia, em vários blogs e também em outros sites diversos e nunca gastei mais de 1mb em um mês (imagens desabilitadas). Portanto vale a pena!

PS2: É importante entrar em contato com sua operadora de telefonia móvel para se informar melhor sobre os valores do megabyte. Meu TIM é pós-pago. Acredito que pré-pago é mais caro.